quarta-feira, fevereiro 18, 2009

Amanhã: Redução imediata do preço da tarifa

Ato Público

Redução imediata do preço da passagem de ônibus!

Nesta quinta (19), 10h - Praça Santos Andrade

Também lutamos por:

  • Passe livre para estudantes e desempregados;

  • Indenização aos trabalhadores do transporte e usuários vítimas da insegurança;

  • Melhores condições de trabalho e aumento salarial para os trabalhadores do transporte;

  • Fim do reembolso pelos assaltos às empresas! Motoristas e cobradores não devem pagar pelo crime que não cometeram;

  • Abertura das contas da URBS.

Frente Pela Redução da Tarifa e Pelo Passe-Livre!

17 comentários:

Anônimo disse...

ôpa! estarei lá pra ver a polícia metendo a borrachada nos "estudantes".

Anônimo disse...

Esse é o movimento mais legítimo que eu presenciei, tem o meu total apoio! Só lamento MUITO que estejam misturando ideologia partidária... o pessoal dos partidos deveria entender que isso desvirtua o movimento, uma vez que não é um moviemtno da direita ou da esquerda. É um movimento daquilo que é justo!
Quando o movimento ergue bandeiras, em manifestações, de PSOL, PC do B (ou mesmo que fosse PSDB e PFL), divide o ideal de justiça entre esquerda e direita. Para o bem ou para o mal, não importa, isso prende o movimento a estereótipos e preconceitos.
Essa luta é importante. É maior do que a luta partidária e eu espero, de coração, que vocês enxerguem isto.
Se chegar o dia em que o MPL se mostrar um moviemtno sem badneiras e de cara limpa, eu estarei junto com vocês. Nem que seja pra tomar borrachada de polícia.

Anônimo disse...

solidariedade, galera!!!

força aí na luta!!!

abraços de floripa

Beheregaray disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Beheregaray disse...

Para o segundo anônimo:
O MPL é um movimento apolítico, ou seja, não nos "juntamos" a nenhum partido como tu disse.
Nós não erguemos bandeiras de partido de maneira alguma, no protesto estivemos junto com os grupos independentes para mostrar que não estamos amasiados com eles nem somos comandados por eles.

Anônimo disse...

Passe livre já não existe? Quando o ônibus chega nos tubos perto do Estadual, uma catrefa de bolotas azuis invadem o busão pelas laterais do tubo e com a maior cara de pau ainda vão sentados e pagam o maior sarro com a cara dos "otários" que pagaram a passagem e acham ruim que eles viajem de graça. Se for assim, vou inventar o movimento dos sem carros e exigir que o governo me dê um, já que eu não tenho e ainda sou obrigado a aguentar esses "estudantes" me xingando.

Z disse...

Que bagunça esse anônimo aí de cima fez, confundindo o direito ao transporte público com o direito à propriedade individual do carro. Incoerência será? Transporte público é um direito, não mercadoria.

Sobre quem disse que estaria junto com o MPL quando este não levantasse bandeiras de partidos, tá muito enganado. Por que é que você não estava nas 3 manifestações do início do ano então? Lá só quem assinava e levantava bandeira era o MPL, oras.

Rafael disse...

gente.. que ridiculo isso.. vcs tão lutando pra tarifar ficar a 1,90... eu como busólogo.. digo que a tarifa foi aumentada pois estamos em fase de renovação de frota, manutenção de tubos e canaletas.. será que a mente de vcs não consegue entender que o beneficio vai ser pra todos??

e outra.. qualquer economista ai vai concordar cmg.. a tarifa de 1,90 foi mantida por mtu tempo.. se acompanhasse a inflação, estaria mtu acima de 2,20..

então.. antes de sair na rua fazendo baderna, pensem um pouco!

Anônimo disse...

Ei Z: se esperta mané! Como vc mesmo disse: "direito público" e não SEUS direitos que se restringem quando invadem o direitos dos outros. Esses idiotas qdo invadem o busão acham que tão no direito de xingar e fazer os outros de otários ou apedrejam o carro de alguém passando na rua que não quis parar num bloqueio mais do que sem noção não é ferir o direito coletivo de ir e vir. Quem são os facistas afinal? Movimento bom só aquele da polícia metendo a porrada nesses "estudantes" já que o pai e a mãe desses manés não dão uma camassada de pau em vcs, a polícia faz e muito bem esse papel.

Rodrigo Araújo disse...

Quem apóia violência policial, em minha opinião, já começa errado, é mal informado, cínico ou sádico.

O livre direito de circulação pela cidade também deve estar ao alcance de todos, e não só aos privilegiados que têm veículos automotores. É verdade também que o número de motorizados vem aumentando, mas que tem como outro lado da moeda o aumento do caos no trânsito, Curitiba está longe as situação ridícula em que São Paulo se encontra, mas segue por um caminho que dá no mesmo fim.

É bem fácil entender, 2,20 (ida e volta 4,40), são em média 20 dias úteis por mês, o que dá um total de 88,00. Com esse valor, por exemplo, você pode financiar uma moto e contribuir para o a piora na qualidade de vida de todos.

Além do mais, a diminuição do custo de uma família com transporte escolar poderia ainda aquecer todo o sistema econômico, tendo em vista que existiria mais dinheiro em circulação, que não ficaria restrito aos cofres dos magnatas donos dos transportes "públicos". Saliento ainda contradição dos donos particulares do que deveria ser público e estar a serviço do público.

Também é verdade que a melhoria no sistema de transporte coletivo é algo que beneficiaria a todos, pedestres, motoristas e usuários do sistema, no entanto, com o aumento das tarifas, quem paga a conta são somente os usuários que não têm outra opção além do transporte público.

Por estes e por outros motivos dou meu total apoio ao movimento!

Rodrigo Araújo disse...

Ahhhh, não posso deixar de colocar o mais importante, que é o fato do movimento organizado e consciente ter a finalidade suprema de educar a nova geração de cidadãos a reivindicarem seus direitos.

Isso pode parecer pouco, mas em um país com uma cultura conformista em relação à situação política esse movimento é um enorme e animador passo rumo a um futuro diferente. Também acho um enorme oportunismo (por parte de partidos políticos) hastearem suas bandeiras nas manifestações, o que causa para o observador mal informado grande confusão em relação aos fins do movimento. Espero assim que o movimento continue (contrariando o que colocou o colega lá em cima), apartidário e nunca apolítico.

Pois a contradição que faz o movimento surgir é justamente a de ter de um lado alguns beneficiados com o atual estado de coisas e de outro uma massa de prejudicados, e o antagonismo de interesses sociais caracteriza uma disputa política. Política de interesses individuais só para herdeiros (culturais e materiais) da aristocracia.

Espero ter contribuído com algo para a discussão.

Anônimo disse...

"Estudantes", eh,eh,eh... tão sabidos e nem sabem que o carinha do movimento sem carro tava ironizando o "legítimo" movimento "ande de ônibus de graça". Ê, lê, lê... Esse realmente é o futuro (obscuro) do nosso Brasil. Alguém aí vai começar a cantar a famosa, batida e hoje sem sentindo "caminhando e cantando e seguindo a canção..."? Era só o que faltava pra ligitimizar de vez esse "movimento" de "estudantes", ah,ah,ah.

Z disse...

Não é de graça, paga-se imposto. E transporte público deveria ser de fato PÚBLICO, não uma mercadoria na mão de uma família de empresários pilantras.

Além disso, existe saúde pública, educação pública, mas transporte não pode? Coerência aí!

Anônimo disse...

acho que tem gente que poderia estudar um pouquinho de história antes de começar a dizer bobeiras...

Anônimo disse...

acho que tem gente que poderia estudar um pouquinho de história antes de começar a dizer bobeiras...

Anônimo disse...

acho que tem gente que poderia estudar um pouquinho de história antes de começar a dizer bobeiras...

Rafael disse...

"Esse realmente é o futuro (obscuro) do nosso Brasil. [...] Era só o que faltava pra LIGITIMIZAR de vez esse 'movimento' de 'estudantes', ah,ah,ah." Viram só? O anônimo não teve passe livre pra ir pra escola e deu no que deu... É por essas e outras que sou plenamente a favor do passe livre: o investimento em educação (é disso que se trata) é um compromisso que temos com o nosso futuro (para que ele não seja, afinal, tão obscuro assim). Força pra vocês, rapaziada! Não liguem pro que esses curitibocas dizem!, eles são assim porque NÃO ESTUDARAM e não sabem da importância que a educação tem!