quarta-feira, novembro 18, 2009

ATIVIDADES DO MPL NO MÊS DE NOVEMBRO NAS ESCOLAS EM CURITIBA


Rememorando o “26 de Outubro” - Dia de Luta Nacional pelo Passe Livre

O Movimento Passe Livre de Curitiba no mês de Novembro de 2009, esteve relembrando a luta pelo transporte verdadeiramente público e de qualidade. A maneira que o MPL Curitiba escolheu para relembrar o "26 de Outubro", diferente dos outros anos, foram debates em salas de aula para alunos secundaristas da rede Estadual.

Entre os dias 10 e 17 de Novembro, apresentamos os principais levantes populares pelo transporte público ocorridos a partir do ano de 2000 até os dias atuais, os quais foram imprescindíveis para a formação de um comitê destacado da lógica partidária como havia estado a luta pelo Passe Livre até então em Florianópolis,

culminando na fundação do Movimento Passe Livre em 2005.

Com a mostra de vídeos "Revolta do Buzu", "Revolta da Catraca", "Amanhã vai ser Maior" e "Ocupação da URBS dia 26 de Outubro em Curitiba" foi construido a imagem da luta em torno do direito de ir e vir bem como a formação do MPL a nível nacional para todos alunos que participaram do debate.

Foram mais de 300 alunos participando das atividades durante essas duas semanas.

Tivemos como resultado a formação de um núcleo do MPL na Colégio Estadual Loureiro Fernandes, onde mais de 40 participantes estão compondo as atividades.

Dessa maneira vamos engrossando as fileiras da luta à autonomia popular.

MPL Curitiba, 17 de Novembro de 2009.

8 comentários:

Francis Beheregaray disse...

Se alguém puder me por à par das ações, fico grato.

Abraços.

Anônimo disse...

Hoje passou uma matéria na RPC sobre os "fura-catracas", segundo eles. Uma matéria totalmente parcial e com os velhos absurdos de que o preço da passagem é pra cobrir os que furam e que se todos pagassem, a passagem poderia até diminuir.

Deixo aqui meu repudio. ;]

Francis Beheregaray disse...

Bom, eu não olho RPC, Globo e conjêneres. Me informo pela rádio, que além de tocar músicas boas (poucas ainda tocam) me informam do que acontece.
Porém, eu conheço esse tipo de reportagem, eles marginalizam todos, desde estudantes até os seguidores de outras doutrinas políticas que não seja a DIREITA deles.
Depois disso me falam de Hugo Chávez ditador... Mas será que isso não é bom para o povo venezuelano?

Anônimo disse...

Se esses "estudantes" apenas entrassem sem pagar nos ônibus (o que não é um mérito de jeito nenhum) até passaria, mas, além de não pagarem, te xingam, chutam portas, quebram bancos, pixam, sentam nos bancos preferenciais e ainda por cima se acham heróis revolucionários. Tenho uma sugestão: comecem a treinar táticas de guerrilha e terrorismo em um convênio com o Bin-Laden. Vocês não estão muito longe disto não... Até Fidel Castro pegaria o livro (grande) de Marx para bater na bunda de vocês, idiotas. Só não faria aqui no Brasil pois existe o tal de "estatuto" que não permite dar um corretivo nessa piazada mal educada e sem noção da vida real. Polícia: borrachada neles!

Francis Beheregaray disse...

Tu está confundido uma coisa com outra, meu caro. Mas o proprio cego é aquele que não quer ver, não falo mais nada.

Anônimo disse...

Cara, confusos e perdidos estão vocês, idiotas mimados que inventam uma causa para aparecer e se aproveitam dela para bardernar e vandalizar ao invés de apenas protestar. Geração totalmente perdida e sem inteligência. Tenho pena e medo da próxima geração que virá após vocês. Legal vai ser quando os líderes desses movimentos de "estudantes" se tornarem políticos e caírem no mesmo sistema que vcs, manadas de manipulados, combatem sem saber o que realmente é. O arrependimento de vcs vai ser o grande prêmio pra quem sofre todos os dias com "estudantes" vandalizando a viagem nossa de cada dia na ida e na volta ao trabalho. O mais legal de tudo isso é que os pais de vcs nem devem ligar não é? Esses sim, deveriam levar borrachada da polícia por deixar que seus mínimos cérebros se tornassem o mingau que é hoje e vai ser sempre. Vão ler e vão estudar que vcs deixam de ser manipulados pelos seus quiridinho líderes revolucionários, idiotas.

gustavoxedgex disse...

Em primeiro lugar, desqualificação é a falta de argumento.
Segundo que não inventamos nada, reivindicamos um direito prescrito por lei, IR E VIR; quem inventou alguma coisa no quesito transporte coletivo, foram os empresários em conluio com vereadores e deputados, que por sinal estão explorando o transporte coletivo a mais de 35 anos por via permissionaria o que é inconstitucional, tendo em vista que todo serviço público deve passar por licitação.

O MPL é um movimento federalista, deveria ler nosso blog, estudar e analisar antes de escrever sem argumento.
Busque nossos princípios e verá que não existem lideranças dentro dele.

A questão sobre o que você aponta como vandalismo, nossa analise é diferente. Nossas famílias vem sofrendo violência monetária a gerações sem poder participar das decisões, nesse caso, tarifárias.
O conselho do transporte no paraná é uma farsa, esse seria o espaço de debate mas não existe.
Quando trabalhadores e estudantes se organizam para reivindicar seus direitos, sofrem represária da PM e da Guarda Municipal.

Na ultima manifestação fomos brutalmente agredidos por essas forças o que gerou um tumulto.
As pessoas indignadas que participavam do ato, cansadas, resolveram agir em legitima defesa.
Lembre-se, essas pessoas sofreram uma violência anterior, a privação do acesso à cidade e aos bens e serviços que elas mesmas foram protagonistas na construção.

Por fim, deixo duas perguntas:
Por que não vem participar das atividades do coletivo e daí em diante poder argumentar com propriedade?

O MPL existe desde 2004/2005, conhece algum candidato saído do movimento?

André Caon Lima disse...

Amigos:
Lembro que a licitação dos ônibus de Curitiba está em andamento e será consumada em fevereiro de 2010.
www.sociedadpeatonal.org